sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Dicas dominação feminina

Machos de algumas espécies marcam seus territórios de maneiras diferentes. Por exemplo, os cachorros que fazem xixi nos móveis para você ficar muito irritado, pensar "um cachorro é mais do que o suficiente nesta casa" e assim não ter outro cachorro. Os leões dão rugidos e atacam os intrusos que se aventuram em seus territórios. Mundo animal é realmente fascinante e muito curioso, mas não lembro nenhuma fêmea marcando território.

Já ouviu falar de alguma leoa que pede para o leão rugir antes de sair de casa dizendo para onde vai, com quem vai e desconfiar que o Sr. Leão está dando uns pegas naquela periguete vestida de zebra? Ficou sabendo de algum caso que alguma cadela pede para algum cachorro usar a mesma cor de coleira que ela usa, com o pretexto de simbolizar o amor entre eles? Ou uma escorpiã analizando o ferrão do escorpião para ver se ele andou ferroando alguma vagabunda de rabo maior? Acho um pouco difícil.

A raça humana é a mais diferente de todas. Somos possessivos de muitas maneiras. Em épocas anteriores, inventaram até o cinto de castidade, que era um negócio bem nojento e que não funcionava.

Hoje somos mais evoluídos e pedimos (mandamos) nossos companheiros usarem um anel no dedo. Alguns casais fazem tatuagem, dividem contas de facebook, assinam acordo e etc. Mas, às vezes, essas ideias femininas não funcionam quando ainda não estão em um relacionamento sério. Aquela fase de "estamos nos conhecendo" é marcada por insegurança  por parte feminina, e "aproveita que o tempo está acabando" por parte masculina.

E aí, tem esquema?

Isso é mais importante do que "Oi, tudo bem?". O homem encontra seu amigo e já logo quer saber se ele tá pegando alguém e se tem umas amiguinhas. 60% das conversas dos meus amigos é sobre mulher e "Quando é que você vai me dar um lucro?" (expressão também usada pra saber quando o amigo vai arrumar um esquema).

E isso não é questão de idade, não. Amigos mais velhos, amigos mais novos e aqueles que nem são amigos. Todo mundo pergunta "e aí, tem esquema?". Acredito que mulher faça o mesmo, mas duvido que seja na mesma frequência e intensidade.

Como Leandrinho e eu somos amigos desde quando Cabral tirava licença para navegar canoas, o "e aí, tem esquema?" é usado há muito tempo. Desde quando não tínhamos carro, não tínhamos dinheiro (continua assim), não tínhamos muitos esquemas... ou seja, raspávamos a panela.

Acho que era 2008, eu estava desempregado e o Leandrinho ainda nem estava no atual emprego. Liguei pra ele "E aí, tem esquema?", ele falou que tinha alguma coisa, e me ligaria à noite. Eu não iria contar com isso e marquei com o João pra ir jogar sinuca, beber alguma coisa e ficar de bobeira.

Era meia-noite e pouco, eu já estava relaxado com a bebida e perdendo demais na sinuca, quando toca o telefone... "Ae, mano, tem uma minazinha aqui. Vem logo!". Falei que não ia, pois a menina deveria ser feia. Ele pressionou para eu ir, pediu para falar com o João, eles se falaram e desligaram. Aí o João me explicou e me convenceu a ir:
- Vai, mano! Você já se comprometeu. E ele deu a entender que está dependendo de você. A mina tá sobrando.