sábado, 22 de janeiro de 2011

Painho, vem pra Salvador!

Ano passado, Leandro e eu prometemos a nós mesmo que iríamos passar o Reve... o Ano Novo em Florianópolis. E lá pra Outubro começamos a organizar. Iríamos de carro e uma amiga disponibilizaria a casa num lugar bacana e tal: esquemão. Mas em cima da hora, ela disse que não iria mais. Ôôô, Canário! Procuramos outros lugares, mas não achamos. Tudo muito caro. Tudo alugado. Para quem não pagaria nada, tudo é caro.

A Carlinha, que iria pra Floripa também, disse que teria que trabalhar em Salvador, e teve a idéia de passar lá o Reveillon. (Viu que aprendi a escrever "Reveillon"? Google, Amém!). Lá ela conseguiria hospedagem grátis. Educadamente, liguei de madrugada para a Flávia e o Leandro. Azar o deles se estivessem ocupados. Era Salvador, cartão-postal do país, Olodum, acarajé, nordeste, praia... eram muitos argumentos para não desligar o telefone na minha cara.

Compramos as passagens e tudo certo. Viajaríamos dia 31 de Dezembro às 7h e chegaríamos por volta das 15h. Tanto tempo assim, dá pra pensar que iríamos de jegue. Mas era maneira mais barata: ir para Riberião Preto e de lá ir para Salvador. Esperaríamos 4 horas no aeroporto, mas tranquilo.


Dia 31 às 4 e meia da manhã, Flávia, Leandro e eu fomos para o Aeroporto. Encontraríamos a Carla, mas ela iria em voo diferente: "Paguei menos do que vocês e chegarei antes". A Carla queria apanhar ou queria que eu apanhasse dos dois. Fazer o que? Já era. Estavamos cientes do tédio.

6h30 - Sala de embarque. Aviso normal de voo atrasado.
8h00 - Embarcamos.
9h00 - Chegamos em Riberião Preto.

Pegar mala, fazer check-in do próximo voo e nos livrar das malas, mas a Webjet não colaborou. Fomos informados que o voo para Salvador foi cancelado. Tentaram nos avisar, mas já estávamos voando. Ôôô, Canário! Teríamos que voltar para São Paulo, e ir em um vôo às 20h. E com os atrasos, faríamos a contagem regressiva do REVEILLON (agora aguenta) dentro do avião.

Fiquei muito puto chateado. O Leandro levou numa boa e apresentou o kit animação para os funcionários da Webjet.... Não conhece o kit animação do Leandro?

Kit animação do Leandro inclui:
- Imitações do Clodovil, Lula, Silvio Santos, Charles do Pânico, Marília Gabriela e outros;
- Piadas para deixar os outros constrangidos;
- E o que vier na hora.
COMPRE JÁ!




O kit foi apresentado e facilmente aceito. O gerente ficou fã do Leandro, se coçou e arrumou um voo direto para Salvador. É o poder da simpatia. O gerente até chamou para conhecer atrás do balcão e tudo mais.

Problema resolvidíssimo, mas teríamos que esperar até 13h. O gerente arrumou uns vouchers para a gente comer e passear de táxi. Resultado: conhecemos o Pinguim, uma chopperia famosa. Até o Silvio Santos fica bêbado por lá. A diferença é que ele vai quando quer, e não pra economizar dinheiro.

Pedimos para o taxista esperar um pouquinho que iríamos comer. Nos empanturramos na lanchonete do pequeno aeroporto e o taxista foi embora. Chamamos outro enquanto terminávamos o sorvete. Os vouchers eram bons, deu até para o sorvete.

Chegou o taxista. Um senhor simpático, um tanto gordinho e com uma mania do narrador Silvio Luiz: chamar os outros de "ô, Negô". No meio da conversa ele contou:

- Ô, nego! Aqui na cidade, todo ano o prefeito elege  o melhor taxista da cidade. E em 1999, eu fui eleito o melhor taxista de Ribeirão Preto. Ô, nego! Não é fácil. Trabalho como taxista muitos anos...

- Caramba! Cê é bão mesmo, heim? - pensei.

Descemos do carro e caminhamos na praça em direção ao Pinguim. Cara, inacreditável! Quem imaginaria que iria dar tempo de ir ao Pinguim e ainda sem pagar o taxi? Precisávamos registrar o momento. Pedi para um rapaz na rua tirar uma foto nossa. Ele já se desculpou dizendo que estava de ressaca. E incrível, não saiu tremida.

Chegamos ao Pinguim. Uma choperia famosa. Dizem que é o melhor chopp é de lá. Ô, nego! É bom mesmo.  Sentamos na parte aberta, solzinho, vento e um chopp maravilhoso. Não estávamos tão mal, não.




Voltamos ao aeroporto, cumprimentamos os brothers da Webjet, embarcamos e fomos para Salvador, Painho!

Quem disse que atrasar o voo é ruim?

Nenhum comentário:

Postar um comentário